Topo da página

Pesquisa

Conteúdo do site

Coluna esquerda

Coluna do centro

Chove em mais de 90 municípios do Ceará; Farias Brito registra 178 milímetros

Na cidade do Cedro, o tempo ficou fechado e precipitações foram registradas em diversos pontos do município (FOTO: Marciel Bezerra)
 

Farias Brito, localizado na região do Cariri, registrou, no intervalo entre as 7h desta quarta-feira (5) e as 7h desta quinta-feira (6), chuva de 178 milímetros, o que a classifica como a 2ª maior da sua série histórica de dados e ainda a 3º maior de 2018 em relação aos demais municípios. Conforme a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme), a maior precipitação da cidade caririense foi registrada em fevereiro de 2014, com 182 milímetros.

 

Além do acumulado em Farias Brito, que também foi o maior no intervalo citado de 24 horas, outros municípios registraram chuvas intensas como em Tauá (125 mm), Quiterianópolis (100 mm), Campos Sales (92,5 mm) e Novo Oriente (75 mm). No total, a Funceme aponta precipitações em mais de 90 municípios. Os dados são parciais e podem ser acompanhados pelo Calendário de Chuvas.

 

Maiores chuvas registradas no municípios de Farias Brito (Fonte: Funceme)
 

As chuvas deste início de Pré-Estação Chuvosa têm sido associadas, principalmente, à interação dos sistemas que costumam atuar neste período: Cavado de Altos Níveis (CAN), Vórtice Ciclônico de Altos Níveis (VCAN) e Zona de Convergência do Atlântico Sul (ZCAS). Neste momento, somente os dois últimos estão em vigência.

 

Desde a manhã desta quinta, os radares meteorológicos mantidos pela Funceme indicam continuidade das chuvas no Centro-Sul e no Litoral, principalmente o Pecém e Fortaleza. Conforme os meteorologistas do órgão estadual, pelo menos até o próximo sábado (8), o Ceará terá nebulosidade variável com eventos de chuva em todas as regiões.

 

Aporte

 

Apesar da possibilidade de chuvas fortes, como os registros no intervalo das últimas 24 horas em Farias Brito, Tauá e Quiterianópolis, geralmente tais precipitações não costumam contribuir tanto para o aporte dos açudes, o que reforça a necessidade do uso consciente da água. Neste momento, o Ceará tem 101 açudes com volume abaixo dos 30%.

 

“Dezembro que tem uma média estadual baixa, sendo de 31,6 milímetros. Já em janeiro tivemos exemplo, histórico, de aporte muito significativo, em 2004, quando as chuvas sobre o Estado ultrapassaram em 311% a média estadual. Mas casos desse tipo não são frequentes. As médias de dezembro e de janeiro, quando alcançadas, representam aporte muito pequeno”, reforça Fritz.

 

Durante a Pré-Estação Chuvosa, os municípios do Cariri costumam ser os mais beneficiados com as chuvas. A média histórica da região começa a crescer a partir de novembro. Já neste mês de dezembro ,com 68 milímetros, ela já é a maior do estado por influência dos sistemas frontais que chegam no sul do Nordeste como a ZCAS e a ZCOU.

 

Atendimento à Imprensa

Felipe Lima
Contato: (85) 3101.1099 / (85) 9 8727.1557 / (85) 9 8814.4194
E-mail:           O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

 

 

Coluna direita

Previsão para Fortaleza

 ◄◄  ◄  ►►  ► 
DEZEMBRO 2018
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
Voltar ao topo da página

Rodapé da página

Avenida Rui Barbosa, 1246, Aldeota - Fortaleza/CE - CEP.: 60.115-221

Fone: (85) 3101.1088 - Fax: (85) 3101.1093 - Email: funceme@funceme.br

Copyright © 2014 - Governo do Estado do Ceará. Todos os direitos reservados