Projeto Cristalino

  • Imprimir

Levantamento Geofísico Integrado para Exploração de Água Subterrânea no Cristalino

 

 

OBJETIVO: propor uma metodologia para prospecção de água subterrânea em ambientes geológicos da região cristalina do Semi-árido do Brasil, utilizando métodos geofísicos integrados e geoprocessamento.

 

LOCALIZAÇÃO: a área em estudo situa-se no Nordeste do Estado, abrangendo a Folha Itapiúna/CE (SB.24-X-A-IV), sendo delimitada pelas coordenadas geográficas 4o30’00” a 5o00’00” de Lat. Sul e 39o00’00” a 38o30’00” de Long. Oeste.

 

METODOLOGIA:

1ª.Etapa: planejamento de ações, levantamento bibliográfico análise estrutural e


2ª.Etapa: atividades de Geoprocessamento de produtos de sensoriamento remoto existentes, tais como imagens de satélite e fotografias aéreas.

planejamento de:

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

ESTUDOS EM DESENVOLVIMENTO:

 

 

• Levantamento pelo Método Eletromagnético (EM34 e VLF)

 

O emprego da equipamento EM34 constitui-se em uma ferramenta de manuseio rápido e fácil para o mapeamento de estruturas capazes de conter água. O instrumento é sensível à variação do campo eletromagnético local e seu valor anômalo pode ser correlacionado a presença de fraturas, por exemplo. Possui um transmissor próprio, o que facilitar a direção de caminhamento. Como premissa

 

 

 • Levantamento pelos Métodos de Eletrorresistividade e VLF

 

 

Estes métodos visam confirmar a associação de alguns poços com as respectivas estruturas geológicas, baseado nos resultados alcançados no geoprocessamento e na análise integrada dos produtos obtidos de sensoriamento remoto.

 

 


Geoprocessamento

 

Como atividades de geoprocessamento estão sendo executadas rotinas de classificação e de análises de diferentes seqüências de composição RGB. Foi, ainda, vetorizado o Mapa Geológico-Estrutural na escala de 1:100.000, resultante do Projeto NUCLEBRAS/CEMEINAS, 1984.